O entusiasmo de Halle Berry nas redes sociais com o desafio de interpretar uma personagem transgénero no cinema virou-se contra ela. Resultado: desistiu do projeto.

Na sexta-feira, a atriz falou sobre a preparação para o papel numa entrevista no Instagram Live, sem indicar o nome.

Apesar de indicar que ainda não tinha sido oficialmente escolhida, descreveu o papel como o de "uma personagem em que a mulher é transgénero, portanto ela é uma mulher que fez a transição para homem".

"Quem esta mulher era é tão interessante para mim e provavelmente este vai ser o meu próximo projeto", destacava.

As declarações tiveram a reação de pessoas e organizações da comunidade transgénero, que criticaram a vencedora de um Óscar por ter definido incorretamente o género com que a personagem se identificava e descrito como a história de uma mulher.

O seu caso foi ainda apresentando como exemplo da tendêndia de Hollywood para escolher atores cisgénero mais conhecidos para papéis transgénero, em detrimento de atores transgénero.

Na segunda-feira à noite, Halle Berry anunciou que desistia do projeto.

"Enquanto mulher cisgénero, percebo agora que não devia ter sido escolhida para este papel e inegavelmente a comunidade transgénero deveria ter a oportunidade de contar as suas histórias", partilhou numa declaração nas redes sociais.

"Estou grata pela orientação e as conversas crítica dos últimos dias e continuarei a ouvir, educar e aprender com este erro ouvindo, educando e aprendendo com esse erro. Prometo ser uma aliada no uso da minha voz para para promover melhor representação no ecrã, tanto à frente como atrás das câmaras", concluiu.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.