Apesar do entusiasmo que Hugh Jackman já anteriormente demonstrara em relação ao novo projecto de Steven Soderbergh, «Cleo», o actor australiano viu-se forçado a sair do projecto devido a conflitos de agenda, segundo fontes próximas do mesmo.

Recorde-se que Jackman parece não parar de acumular projectos: à estreia em Maio de «X-Men Origins: Wolverine», que protagoniza e produz, o intérprete será ainda o apresentador da próxima cerimónia de entrega dos Óscares e dará voz ao filme animado «Guardian’s of Ga’Hoole», realizado por Zack Snyder.

«Cleo» pretende ser um musical em toada rock e a três dimensões sobre os amores de Cleópatra com Marco António e Júlio César.

Catherine Zeta-Jones dará vida à rainha do Egipto enquanto Ray Winstone acabou de ser confirmado no papel do imperador de Roma.

A música foi escrita pela banda Guided by Voices e o argumento é de um dos elementos do grupo, James Greer. Soderbergh disse que pretendia que o estilo do filme fosse semelhante ao dos musicais de Elvis Presley.

O projecto era encarado com muita antecipação, não só pela invulgaridade da premissa como pelo facto de ser a primeira vez que as audiências cinematográficas teriam oportunidade de ver Hugh Jackman na sua vertente de cantor.

Na verdade, antes de brilhar no cinema, o intérprete australiano era um nome de destaque nos palcos principalmente devido às suas performances em musicais como «Beauty and the Beast» e «Sunset Boulevard», em Melbourne, «Oklahoma», em Londres, e «The Boy from Oz», em Nova Iorque, que lhe valeu o cobiçado prémio Tony.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.