Parece que é desta: após anos de avanços e recuos, "Hora de Ponta 4" está cada vez mais perto de acontecer.

Chris Tucker partilhou nas redes sociais uma imagem com Jackie Chan em que ambos assinalam o número "quatro" com as mãos.

Tudo começou em 1998, com uma comédia de ação em que o marketing prometia a equipa das "mãos mais rápidas do Oriente e o maior 'bocas' do Ocidente": Tucker era um agente do FBI com uma forma pouco ortodoxa de lidar com o crime forçado pelos superiores a fazer equipa com um operacional chinês (Chan) que vinha aos EUA para resgatar a filha de um membro do governo.

O dupla improvável entre o ator norte-americano e a grande estrela do cinema de Hong Kong revelou-se irresistível nas bilheteiras e a sequela chegou logo em 2001 e o terceiro filme seis anos mais tarde.

A trilogia rendeu 850 milhões de dólares a nível mundial, um valor que se mantém impressionante mais de uma década depois, principalmente no género de comédias.

No ano passado, Jackie Chan revelou que um quarto filme anda a ser adiado desde 2012 porque o duo nunca ficou contente com os argumentos que foram propostos.

Apesar disso, a intenção de avançar era clara e tinha uma grande motivação: "Antes de envelhecermos. É o que digo ao Chris Tucker, antes de envelhecermos, por favor vamos fazer o 'Hora de Ponta 4'".

Chris Tucker está com 47 anos e a imagem foi partilhada no domingo, precisamente o dia em que a lenda do cinema de Hong Kong celebrou os 65.

JACKIE CHAN: OS MELHORES FILMES.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.