Dois Óscares e mais cinco nomeações, uma carreira com quase 60 anos, estatuto de lenda do cinema... e pronta para novos desafios.

Jane Fonda quer trabalhar com Quentin Tarantino e pediu a Michael Madsen para meter o que em Portugal pode ser chamado de "cunha".

O tema surgiu durante um programa online para a marca L’Oreal que juntou a dupla esta segunda-feira, durante o Festival de Cannes.

Questionada se estaria interessada em trabalhar como um realizador "do género" do que fez "Pulp Fiction", a atriz não deixou dúvidas: "Sim, trabalharia já com o Quentin. Não com um realizador do género do Quentin — gostaria de trabalhar com o Quentin".

E conhecedora da longa relação profissional do realizador com Michael Madsen, pediu-lhe para "dar uma palavrinha simpática" sobre ela.

O ator não se atrapalhou e imediatamente deu a réplica: "Desde que seja com nós os dois".

Michael Madsen começou com o primeiro filme de Tarantino, "Cães Danados" (1992) e entrou também em "Kill Bill vol. 1 e 2" (2003-2004) e "Os Oito Odiados" (2015).

A nova colaboração já está marcada: "Once Upon a Time in Hollywood", uma crónica sobre a Los Angeles de 1969 com os assassinatos da Família Manson como pano de fundo. As estrelas principais serão Leonardo DiCaprio e Brad Pitt, mas o elenco será grande, como aconteceu com "Pulp Fiction".

"Fui suficientemente sortudo para ter estado com ele quatro vezes até agora. É simpático termos essa relação que se manterá com a passagem dos anos. Acho que ele é o melhor da sua geração", rematou Michael Madsen.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.