A recente antestreia mundial de "Ousadas e Golpistas" no festival de cinema de Toronto teve um impacto tão grande que já se falam que Jennifer Lopez pode entrar na corrida aos Óscares como atriz secundária.

Apesar dos muitos elogios que recebeu por "Romance Perigoso" (1998), ao lado de George Clooney, associar as estatuetas à atriz é algo que a própria não sabe o que é desde "Selena", um "biopic" sobre a cantora Selena Quintanilla... de 1997.

Inspirado por um artigo viral da New York Magazine, o filme de que tanto se fala conta a história de um grupo de strippers que criam uma estratégia, aparentemente imparável, para extorquir dinheiro dos corretores de Wall Street.

Realizado por Lorene Scafaria ("Até Que o Fim do Mundo nos Separe"), Lopez contracena com Constance Wu ("Asiáticos Doidos e Ricos", "Fresh Off the Boat") e Keke Palmer ("Scream Queens", "Star").

Muitos críticos destacam a diva do cinema e da música não só como o grande destaque do filme, mas também como o melhor trabalho da carreira no grande ecrã.

Daí para o chamado "Oscar buzz" foi um pequeno passo: num artigo de antecipação sobre os filmes mais aguardados do festival para a Variety, Ramin Setoodeh descreveu a personagem de Lopez como "Erin Brockovich ao jeito de Matthew McConaughey em 'Magic Mike'".

Nas redes sociais, reforçou como sendo o seu "momento 'Erin Brockovich'", o filme que valeu a Julia Roberts a muito aguardada estatueta, no que era descreveu como um dos seus "filmes preferidos do ano".

O entusiasmo não passou despercebido à atriz.

"Obviamente que fico lisonjeada. Trabalha-se tanto durante toda a carreira. Fiz tantos filmes e tantas personagens que aprendi a não os fazer por nada a não ser adorar fazê-los. Cada filme que assino e papel que escolho interpretar é sobre mim a explorar e a ser uma artista, adorar a vida e adorar as pessoas. Ter a oportunidade de fazer isso com a minha vida é um prazer. Aprendi que não vejo mais nada. Quando algo como [Oscar Buzz] acontece, é só uau", contou ao Los Angeles Times.

"Traz-nos lágrimas aos olhos. É tipo, 'Alguém gostou do que fiz. Adoro o que faço e não tem interesse, mas interessa, faz-nos sentir que todo o empenho está a ser reconhecido e isso é simpático", acrescentou.

"Ousadas e Golpistas" estreia no dia 26 em Portugal.

VEJA O TRAILER.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.