«Hoover» é o título do próximo filme de
Clint Eastwood, uma biografia do polémico fundador do FBI J. Edgar Hoover, que será encarnado por
Leonardo DiCaprio. O argumento foi escrito por
Dustin Lance Black, recentemente oscarizado por
«Milk», mas ainda não foi divulgada a abordagem que a película fará à vida do biografado.

Hoover foi um dos elementos principais da fundação do Federal Bureau of Investigation (FBI) em 1935, e foi o seu director e símbolo desde então até à sua morte em 1972. Nesse cargo, tornou-se um dos homens mais poderosos do país, responsável pela criação de uma instituição ultra-eficaz de combate ao crime com recurso às mais inovadoras tecnologias. A polémica que o rodeou nas últimas décadas de vida deu-se pela utilização dos recursos do FBI para efectuar perseguições políticas e coligir dossiers sobre líderes políticos, ultrapassando por vezes os limites da lei. Após o seu falecimento, os mandatos de liderança do FBI foram limitados a 10 anos.

Tendo em conta a mestria revelada pelo argumentista no tratamento da temática «gay» em
«Milk», é previsível que o filme não escamoteie a suposta homossexualidade de Hoover, bem como o seu gosto pelo travestismo.

Hoover já foi retratado algumas vezes no cinema, nomeadamente no filme
«The Private Files of J. Edgar Hoover» (1977), de
Larry Cohen, com
Broderick Crawford no papel principal, e ainda, em pequenos papéis, por
Bob Hoskins em
«Nixon» (1995), de
Oliver Stone, e
Billy Crudup no recente
«Inimigos Públicos» (2009), de
Michael Mann.

A rodagem deverá começar no final de 2011 para estreia em 2012.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.