Foi divulgado o trailer de "Songbird", o primeiro filme da "era COVID-19".

Com Michael Bay entre os produtores, o "thriller" de baixo orçamento no mesmo género dos filmes "Atividade Paranormal" e "Nome de Código: Cloverfield" foi o primeiro a ser rodado em Los Angeles no verão com os novos protocolos de segurança, ainda durante as medidas de quarentena forçada pela pandemia.

A história decorre em 2024, quando o mundo está no quarto ano de quarentena e o vírus COVID-19 sofreu uma mutação e tornou-se muito mais mortal como COVID-23, provocando mais de 110 milhões de vítimas.

Segundo o resumo da história divulgado pela distribuidora STXfilms, esta é a era em que que os americanos infetados são removidos à força das suas casas e colocados em campos de quarentena conhecidos como Q-Zones, de onde não existe fuga possível, e alguns lutam contra as forças da opressão.

No meio deste novo mundo distópico, Nico é um estafeta (KJ Apa, da série "Riverdale") imune ao vírus que encontrou esperança e amor com Sara (Sofia Carson, dos telefilmes da Disney "Descendants"), embora a quarentena os mantenha separados. Mas quando Sara pensa ter sido infetada, Nico percorre desesperadamente as ruas áridas de Los Angeles para tentar salvá-la da prisão ou um destino pior.

Ainda com Demi Moore, Bradley Whitford, Alexandra Daddario, Paul Walter Hauser, Craig Robinson e Peter Stormare, "Songbird" é realizado por Adam Mason (que dirigiu episódios da série "Into The Dark"), que também co-escreveu o argumento.

O filme foi comprado no final de agosto pela STXfilms para o mercado americano e britânico, que não anunciou data de estreia ou lançamento em streaming, desconhecendo-se se vai chegar a Portugal.

VEJA O TRAILER.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.