Jude Law é o primeiro ator de "Monstros Fantásticos" a reagir publicamente à saída forçada de Johnny Depp.

O ator de 57 anos que interpretava o vilão Gellert Grindelwald foi "convidado" a sair do terceiro filme pelo estúdio Warner Bros., alguns dias após um juiz britânico ter decidido que um artigo do tablóide britânico The Sun que o acusava de ser um "marido violento" para a atriz Amber Heard era "substancialmente verdadeiro".

O ator que se destaca como o jovem Albus Dumbledore comentou cuidadosamente o que aconteceu com o colega.

"É um filme gigantesco, tem muitas, muitas camadas. Provavelmente é uma das maiores produções em que já trabalhei. Numa situação como esta, você respeita a decisão do estúdio. É a única coisa que pode fazer. Porque você tem que comparecer e fazer o seu papel", comentou em declarações ao Entertainment Tonight (ET).

Apesar de acrescentar que o que aconteceu foi "invulgar" pois Johnny Depp só tinha filmado durante um dia, Jude Law reforçou que tudo passou a um nível muito acima das suas responsabilidades.

"Numa saga como esta, são o estúdio e a empresa que tomam as grandes decisões. E temos de alinhar com elas porque apenas somos um membro da equipa", reiterou.

O papel de Grindelwald vai ser entregue a outro ator (constou que decorrem negociações com o dinamarquês Mads Mikkelsen) e a rodagem de "Monstros Fantásticos 3" continuará nos próximos vários meses com Eddie Redmayne, Katherine Waterston, Dan Fogler, Alison Sudol, Ezra Miller, Callum Turner, Claudia Kim, William Nadylam e Kevin Guthrie.

A estreia nos cinemas foi anunciada para 15 de julho de 2022 (previsivelmente um dia antes em Portugal).

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.