Morreu aos 98 anos Jerry Maren, que era o último munchkin que estava vivo do clássico do cinema "O Feiticeiro de Oz" (1939).

Segundo avançou o site TMZ,  morreu na semana passada num lar e o funeral realizou-se durante o fim de semana.

Ele foi um dos 124 atores de baixa estatura contratados para o filme, a 50 dólares por semana, e o último sobrevivente, como indicava a biografia no seu Instagram: tinha então 18 anos.

Ainda mais relevante, fazia parte do trio que dava as boas-vindas a Judy Garland com um gigantesco doce: era o do meio, vestido de verde.

Com o seu desaparecimento, o caracterizador Don L. Cash, também com 98 anos, é uma das últimas pessoas vivas a ter trabalhado no filme.

O eterno clássico foi o grande momento da carreira de Jerry Maren, onde também estão participações em filmes como "Um Dia no Circo" (1939) com os irmãos Marx, "O Grande Campeão" (1945), "O Homem Que Veio do Futuro" (o primeiro "Planeta dos Macacos", 1968), além de episódios de séries como "Casei com Uma Feiticeira", "A Quinta Dimensão" e "Seinfeld".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.