Contrariando a tradição, quatro categorias dos Óscares serão entregues durante intervalos da 91ª cerimónia de 24 de fevereiro.

As categorias que ficam fora do direto serão Fotografia, Montagem, Caracterização e Curta-metragem em imagem real.

VEJA A LISTA COMPLETA DE NOMEADOS

A decisão tinha sido anunciada em agosto, no contexto da intenção da Academia para que a cerimónia não passe as três horas de duração, mas sem indicar quais eram as afetadas. Foi criticada por representar uma desvalorização de alguns prémios.

A categoria da Montagem é considerada uma das mais relevantes para tentar perceber as tendências dos votantes para o Óscar de Melhor Filme. A da Fotografia pode ser um dos prémios de "Roma" ganhos pelo realizador Alfonso Cuarón.

Num email enviado na segunda-feira aos membros, o presidente da Academia John Bailey realçou que a organização continua a homenagear os trabalhos de todos os 24 prémios.

Os discursos dos vencedores das quatro categorias serão transmitidos em diferido ainda durante a cerimónia, mas a novidade é que também serão vistos, mas em direto, por streaming no site Oscar.com e nas redes sociais da Academia.

John Bailey também revelou que os comités executivos de seis dos 17 ramos da Academia se voluntariaram para que os seus prémios fossem apresentados com este novo sistema e foi desses que se escolheram quatro.

Estas categorias entrarão na cerimónia de 2020 e a intenção é que todos os anos quatro a seis sejam escolhidas de forma rotativa para o diferido, em colaboração com os produtores da cerimónia.

Segundo fontes ouvidas pelo The Hollywood Reporter, uma demonstração em vídeo foi apresentada aos representantes dos ramos da Academia em que apenas era cortado o tempo que os vencedores demoram a chegar ao palco.

O objetivo que foi comunicado é que se pretende manter o espírito dos discursos, mas estes também podem ser editados se se tornarem "uma longa lista de agradecimentos".

A demonstração terá reduzido a preocupação dos representantes dos ramos com o "desrespeito" pelas categorias que serão afetadas.

John Bailey também confirmou que as cinco canções serão interpretadas ao vivo e o maestro Gustavo Dudamel e a Orquestra Filarmónia de Los Angeles atuarão durante o segmento de homenagem aos profissionais de Hollywood falecidos no ano passado.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.