A história do urso peruano que viajou até Londres e encontrou um novo lar junta da família Brown terá um novo capítulo: Paddington vai regressar ao cinema.

Um novo projeto com o ursinho britânico mais adorável do cinema (e da literatura) está em desenvolvimento depois do grande êxito comercial e artístico dos dois primeiros filmes, de 2014 e 2017, que estão entre os melhores feitos para ver em família desta década.

A informação foi avançada pelo produtor David Heyman (o mesmo dos filmes "Monstros Fantásticos") ao Collider, que acrescentou outra novidade menos simpático para os fãs: ao contrário do que aconteceu até agora, o terceiro filme provavelmente não deverá ter Paul King atrás das câmaras.

Não é que exista qualquer desentendimento artístico ou pessoal: o problema é que, por causa do seu trabalho nos filmes "Paddington", Paul King foi atraído para outros grandes projetos e não tem mãos a medir.

Na calha está a versão em imagem real de "Pinóquio" para a Disney e a seguir deverá avançar uma prequela à volta da personagem de Willy Wonka.

David Heyman explicou que "Paddington 3" ainda está a dar os primeiros passos e faz questão em contar com o envolvimento possível de Paul King.

A nova ideia partiu dele juntamente com Simon Farnaby (ator e argumentista do segundo filme) e ainda Mark Burton (argumentista dos filmes "Wallace & Gromit: A Maldição do Coelhomem", "A Ovelha Choné"), que estão a trabalhar em equipa para a desenvolver. A colaboração está a avançar para atrás e para a frente entre os três e quando existir um argumento, King irá fazer os últimos ajustes.

Apesar da ideia que deu o ponto de partida ser realmente engraçada, o produtor explicou que "Paddington 3" só vai avançar se todos acharem que pode ser tão bom como os filmes anteriores.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.