Prince, que faleceu aos 57 anos esta quinta-feira na sua casa em Chanhassen, no Minnesota, fez a estreia no cinema com o filme "Purple Rain", desenvolvido especificamente com o objetivo de mostrar o seu talento como músico.

Neste título de 1984 realizado por Albert Magnol, que em Portugal recebeu como título "Viva a Música" e ganhou uma reputação de culto, a estrela vivia a personagem de um aspirante a músico de Minneapolis e a história cruzava as tentativas de singrar na carreira e os conflitos com o pai.

Se a estreia como ator não deixou impacto duradouro, a música valeu-lhe um Óscar para Melhor Banda Sonora Adaptada na última vez que esse prémio foi atribuído pela Academia.

Além disso, "Purple Rain" fez com que Prince fosse, em agosto de 1984, o primeiro artista a ter ao mesmo tempo filme, álbum e single em primeiro lugar nas respetivas tabelas.

"Sob o Luar da Riviera" (1986), uma comédia sobre dois amigos que vigarizavam mulheres ricas, e "Graffiti Bridge" (1990), uma sequela não oficial de "Viva a Música", foram os outros filmes em que apareceu como ator e também realizou, tal como o filme-concerto "Prince - Sign O' the Times" (1987).

Prince escreveu ainda canções para a banda sonora de "Batman" (1989), de Tim Burton, e "The Song of the Heart" para a animação "Happy Feet" (2006).

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.