O SAPO foi à procura das terapias e das técnicas que fazem com que a voz não falhe nos momentos mais cruciais.

As causas são físicas mas o tratamento tem de ser global. Tal como mostra o filme de
Tom Hooper, a gaguez surge em tenra idade. Se atacada a tempo, pode ser completamente tratada.

Em Portugal as estatísticas apontam para que o número de gagos ronde os 100 mil mas nem todos procuram ajuda. Profissionais como Rita Costa, terapeuta da fala, ajudam a controlar o problema através de sessões com terapias variadas.

Para a médica, «o nível de uma gaguez é medida através de vários factores» e, se não afectar directamente o dia-a-dia do paciente, não se pode classificá-la como «grave».

Mas nem só quem tem problemas na fala precisa de treino na voz. Ana Ester Neves é cantora lírica, professora de canto mas também dá aulas de técnica vocal em várias instituições de ensino.

Ajuda cantores, actores, jornalistas, professores e outros profissionais que usem a voz como instrumento de trabalho, através de exercícios físicos que melhoram a performance da voz.

Rita Costa e Ana Ester Neves salientam o facto de
«O Discurso do Rei» retratar técnicas que são semelhantes às usadas hoje em dia. Para além disso, a «abordagem emocional a um problema físico» é algo que actualmente não se dispensa numa terapia da fala, explica Ana Ester Neves.

«O Discurso do Rei» está nomeado para 12 categorias nos Óscares. Este Domingo poderá ser o grande vencedor da noite e
Colin Firth, pelo papel do Rei George VI, é apontado como o favorito à vitória na categoria de Melhor Actor.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.