O Festival Internacional de Cinema de Roterdão, que começa esta quarta-feira na Holanda, vai contar com a seleção de quatro produções portuguesas, entre as quais a longa-metragem "António Um Dois Três".

Dos quatro filmes selecionados para o festival, que termina a 5 de fevereiro, apenas a curta-metragem "Nyo Vweta Nafta", do realizador lisboeta Ico Costa, faz parte da competição oficial, cumprindo ainda a estreia internacional.

"Nyo Vweta Nafta" foi rodado integralmente em Moçambique e, segundo a produtora Terratreme, "narra várias histórias que se cruzam num fresco da vida quotidiana e das aspirações" das suas personagens.

Na secção competitiva "Bright Future", vão ser exibidas a curta-metragem experimental "Um Campo de Aviação", de Joana Pimenta, e a ficção "Setembro", de Leonor Noivo, com produção Terratreme, que já foram exibidos em vários festivais portugueses e internacionais.

Nesta secção vai estar ainda a longa-metragem "António Um Dois Três", coprodução luso-brasileira assinada pelo realizador brasileiro Leonardo Mouramateus.

"António Um Dois Três" é o primeiro filme produzido pela produtora portuguesa Filmes do Asfalto e conta no elenco com Mauro Soares, João Fiadeiro e Miguel Nunes, entre outros.

A viver em Lisboa, cidade onde também se passa o filme, Leonardo Mouramateus é autor de várias curtas-metragens, algumas já exibidas no DocLisboa e no IndieLisboa.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.