Duas acusações de comportamento desordeiro e uma de transgressão criminosa estão agora pendentes sobre o ator de 28 anos, que foi preso na noite de 26 de junho, durante o intervalo do espetáculo «Cabaret», na Broadway, protagonizado por Michelle Williams e Alan Cumming, noticiou a «Variety».

Segundo a polícia, Shia LaBoeuf estava a fumar, a falar alto e a ter comportamentos que perturbavam a sessão, o que motivou que, durante o intervalo, fosse algemado e aprisionado.

Duas testemunhas citadas pela «Variety» afirmam que tinham visto LaBeouf antes do espetáculo a um quarteirão do teatro, com olhar perturbado e de camisa rasgada, a perseguir um homem que parecia ser um sem-abrigo. O comportamento seria de tal forma extremo que uma das testemunhas afirmou não ter pensado em drogas ou álcool mas sim que o ator se estava a apreparar para algum papel.

No último ano, Shia LaBoeuf tem sido presença regular nos jornais pelo seu comportamento errático, tendo aparecido com um saco de papel na cabeça com a inscrição «I’m Not Famous Anymore», na estreia do filme «Nymphomaniac» na passadeira vermelha do Festival de Berlim.