Uma das grandes tendências de Hollywood nos últimos anos tem sido virar-se para marcas reconhecidas que têm potencial para chegar aos espectadores em vários pontos do mundo.

Segundo o Wall Street Journal, uma das próximas marcas que o cinema pretende recuperar é "Super Mário", o popular videojogo da Nintendo: estão a ser concluídas negociações com a Illumination Entertainment para fazer uma animação. Shigeru Miyamoto, o criador, será um dos produtores.

Este é o mesmo estúdio responsável por populares sagas como" Gru - O Maldisposto", "Mínimos", "Cantar" e "A Vida Secreta dos Nossos Bichos".

Antes, a Nintendo já tinha chegado a um acordo para que as personagens fizessem parte das atrações dos parques da Universal, o estúdio que tem o acordo com a Illumination Entertainment.

No caso de "Super Mário", este é um regresso ao cinema: já existe um filme em imagem real com Bob Hoskins e John Leguizamo.

Lançado em 1993, não só é considerado uma das piores adaptações de cinema de um videojogo, mas também um dos piores filmes de sempre, rejeitado até pelos próprios atores.

O novo "Super Mário" está numa fase inicial de "desenvolvimento", pelo que é provável que venha a encaixar num dos anos onde a Illumination tem previsto estrear três filmes "ainda sem título": 2021 a 2023.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.