No início dos anos 80,
Tim Burton iniciava a sua aprendizagem no mundo do cinema nos estúdios Disney após estudar na Califórnia Institute of the Arts (CAL Arts), fundada pelo próprio Walt Disney, onde teve colegas como
John Lasseter e
Brad Bird. Após passar pelo departamento de animação e de direcção artística do estúdio sem especial sucesso, Burton realizou dois curtos filmes:
«Vincent» (1982), uma curta-metragem a preto e branco em animação «stop-motion» que focava o seu amor em Vincent Price e nos contos de Edgar Allan Poe, e
«Frankenweenie» (1984), uma média-metragem de meia hora de imagem real, que reimaginava a história de Frankenstein numa cenário moderno.

Neste último filme, o protagonista é Victor Frankenstein, um garoto que vive nos subúrbios e que faz filmes com o seu cão Sparky como protagonista. Quando este é morto num atropelamento, o jovem consegue ressuscitá-lo com impulsos eléctricos controlados por uma complexa maquinaria.

Agora, 25 anos depois, Burton vai voltar a
«Frankenweenie», mas para fazer um «remake» em animação «stop-motion» e em longa-metragem, no qual deverá começar a trabalhar logo após o término de
«Alice in Wonderland» e em paralelo com
«Dark Shadows». Recorde-se que, no campo das longas-metragens em animação «stop-motion», Burton já co-realizou
«A Noiva Cadáver» e produziu e escreveu
«O Estranho Mundo de Jack», baseado num poema que assinou quando ainda trabalhava na Disney, no início da da década de 80.

A estreia prevista para a nova versão de «Frankenweenie» é 2011.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.