“Prism” só chega às lojas a 22 de outubro, mas a cantora já sabe que direção quer seguir no seu sucessor, que será, segundo ela, inspirado em Joni Mitchell.

“Provavelmente, irei transformar-me mais numa Joni Mitchell”, contou, em entrevista à Billboard. “Como me aproximo dos meus 30, acho que o meu quarto disco será mais um álbum de guitarra acústica. Foi por aí que comecei quando fui descoberta por Glen Ballard e assinei o meu primeiro contrato discográfico”, explicou.

Katy Perry revelou sentir-se, contudo, hesitante em abandonar a sonoridade mainstream que a catapultou para a fama internacional, confessando que o seu namorado, John Mayer, é da opinião que ela deverá manter a sua carreira nos moldes a que nos habituou.

“Uma coisa que o John me disse foi: ‘É mais difícil manter o sucesso do que encontrá-lo’”, partilhou.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.