Em http://nosdiscos.pt estão agora disponíveis o registo de estreia dos D’ALVA, “#batequebate”; o trabalho de estreia a solo do vocalista dos Glockenwise, Nuno Rodrigues – “Duquesa”; “O Clube”, por extenso Clube Internacional Transatlântico de Criadores e Gostadores da Música que Se Faz Hoje, que reúne Marcelo Camelo, Cícero, Momo, Wado, Diego Armés, Fred Ferreira, Bernardo Barata e Alexandre Bernado em torno das suas afinidades melómanas e criativas; o disco homónimo dos Time for T, projeto do luso-britânico Tiago Saga; e “Ghost Eviction”, que reúne quatro canções gravadas pelos The Vicious Five em 2009 mas nunca editadas.

“Em abril de 2009, numa ação pioneira em Portugal, a operadora Optimus decidiu fundar uma editora de discos que englobava novas soluções para mostrar música nova. A Optimus Discos nasceu com um objetivo central, a necessidade de participar, de estar ao lado de uma geração emergente que nos últimos anos tem construído uma das eras mais criativas da música pop portuguesa. Era necessário contrariar o desperdício através de edições, promoção e espetáculos. Em cinco anos, foram editados perto de 90 títulos e centenas de canções. Vimos artistas desconhecidos passarem para o domínio público, criámos elos com outros editores e transformámos uma ideia privada numa imensa plataforma ao serviço de todos. Agora, regressamos com novo nome, mas com as intenções que definiram a nossa fundação - partilhar e ser cúmplice no crescimento desta nova geração de músicos. Somos NOS Discos e vamos continuar a editar óptimos discos”, pode ler-se em comunicado.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.