Na bagagem trazem “The Mediator Between Head And Hands Must Be The Heart”, o 13º álbum de carreira, que nos apresenta “um grupo poderoso, moderno e revigorado”, após a entrada do jovem baterista Eloy Casagrande para o quarteto formado por Andreas Kisser na guitarra, Paulo Jr. no baixo e Derrick Green na voz.

Liricamente assente no conceito sombrio de “Metropolis”, clássico do cineasta expressionista alemão Fritz Lang, “The Mediator Between Head And Hands Must Be The Heart” mantém intocada a contestação político-social às mazelas do mundo atual. Ao longo do disco, ouvimos Green a berrar os traumas das guerras travadas em nome de interesses, a manipulação da opinião pública, as retóricas religiosas, uma irónica revisão histórica do Vaticano e críticas ao consumismo inconsequente, que valoriza o ter e despreza o ser.

“Um álbum singular, que não se parece com nada que tenham feito anteriormente e que reúne elementos característicos e marcantes da história da banda sem soar nunca a repetição. O resultado é um petardo, que alterna canções rápidas e brutais com outras em que o balanço pesadão dá origem a uma parede sonora que faria corar muitos grupos mais jovens e com um terço da experiência destes quatro”, pode ler-se em comunicado.

Legion Of The Damned, Flotsam and Jetsam e Mortillery asseguram a primeira parte do concerto.

O espetáculo tem início às 19h30. As portas abrem meia hora antes. Os bilhetes custam €22.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.