A edição de 2019 do Festival da Canção RTP, onde será escolhido o artista que irá representar Portugal no Festival Eurovisão da Canção, em Israel, arranca este sábado, dia 16 de fevereiro. A primeira semifinal está marcada para as 21h00, em direto na na RTP1, na RTP Internacional e RTP África, e será apresentada por Tânia Ribas de Oliveira e Sónia Araújo.

Ouça os temas das 2 semifinais

Na 53ª edição do Festival da Canção concorrem 16 temas. Na primeira semifinal competem “Mais brilhante que mil sóis” (composta por Flak e interpretada por Ela Limão), “A dois” (composta e interpretada por Calema), “Hoje” (Filipe Keil), “Telemóveis” (Conan Osíris), “Inércia” (D’Alva/Ana Cláudia), “O meu sonho” (Lura/Soraia Tavares), “É o que é” (D.A.M.A./João Dungo) e “Perfeito” (Tiago Machado/Matay).

"Mas para que a 53ª edição do Festival da Canção da RTP seja realmente uma grande festa e onde todos podem participar, à semelhança do verificado já o ano passado, as Semifinais e a Grande Final do Festival da Canção 2019 serão emitidas com língua gestual através do site da RTP, na área de acessibilidades", revela o canal em comunicado.

FESTIVAL DA CAN

Os favoritos da primeira semifinal

Para a primeira semifinal, tendo como base as redes sociais e os sites de fãs do festival da Eurovisão, Conan Osíris, como o tema “Telemóveis”, é o grande favorito para conquistar um lugar na final, marcada para o dia 2 março, na Portimão Arena.

De acordo com uma sondagem levada a cabo pelo Wiwibloggs, site que junta vários fãs internacionais do Festival Eurovisão da Canção, o tema “Telemóveis”, de Conan Osíris, é o principal favorito para vencer a primeira semifinal do concurso da RTP. No total, “Telemóveis” foi a canção escolhida por 40% dos fãs. Em segundo lugar ficou "A Dois", dos Calema, seguida pela canção de Filipe Keil, "Hoje".

Conan Osiris

No canal de Youtube do Festival da Canção RTP, “Telemóveis” é o tema que soma mais reproduções - mais de 1,5 milhões já ouviram a canção. O tema mantém a liderança no Spotify, somando mais de 17 mil audições.

No Youtube do concurso, em segundo lugar está o tema "A Dois", da dupla Calema. O vídeo com a letra da canção soma mais de 600 mil visualizações.

Calema
créditos: JOÃO ROCHA

A 23 de fevereiro, igualmente a partir das 21h00, terá lugar a segunda semifinal, apresentada por Jorge Gabriel e Carlos Malato, com os candidatos: Lara Laquiz, Dan Riverman, Mariana Bragada, João Couto, Madrepaz, Surma, Mila Dores e NBC.

As canções candidatas já se encontram disponíveis na íntegra no Youtube do Festival da Canção e nas várias plataformas digitais de distribuição de música.

Como são escolhidos os finalistas e o vencedor?

Este ano, a RTP lançou o convite a 14 compositores para que apresentassem uma canção original, inédita, no concurso. A estes juntaram-se dois autores que venceram concursos promovidos pela Antena 1 (um através do programa "Masterclass", aberto a quem não tenha até aqui música editada, e o outro através de um concurso de livre submissão pública).

Mariana Bragada e Filipe Keil foram escolhidos por concurso, respetivamente através do programa "Masterclass" e do concurso de livre submissão pública, e os restantes convidados pela RTP.

De cada semifinal serão eleitos quatro candidatos para a Final da 53ª edição do Festival da Canção que terá então lugar, no dia 2 de março, no Portimão Arena, e será conduzida pelos apresentadores Filomena Cautela e Vasco Palmeirim. A canção eleita em Portimão representará Portugal no Festival Eurovisão da Canção), que terá lugar a 14, 16 e 18 de maio, em Telavive, Israel.

FESTIVAL DA CAN

A escolha dos temas das semifinais é feita com base no televoto e nos votos de um júri, liderado por Júlio Isidro. Isaura (cantora, compositora, e autora da canção vencedora do ano passado), Álvaro Costa (radialista, DJ e apresentador de televisão), Selma Uamusse (cantora de origem moçambicana com trajetória entre o jazz, o gospel e a soul), Pedro Penim (membro fundador e diretor artístico do Teatro Praga, é também encenador e ator), Maria João (cantora de jazz, com vasta discografia e reconhecida a nível internacional) e Rita Redshoes (cantora, compositora e instrumentista) são os jurados escolhidos pela RTP.

As votações vão decorrer sob um esquema de 50/50: o peso do voto será repartido entre o público em casa e o júri. Na final, as votações do júri serão associadas a sete regiões diferenciadas, contando com Portugal Continental e Ilhas.

"Em questões de empate, as regras são claras: nas semifinais passa o tema escolhido pelo júri, enquanto na final a canção que tiver sido mais votada pelo público será a vencedora", explica a RTP.

A segunda semifinal

Na segunda semifinal, a 23 de fevereiro, concorrem “O Jantar” (Pedro Pode/João Couto), “O Lugar” (André Tentúgal/ Lara Laquiz), “Igual a ti” (NBC), “Mundo a mudar” (Frankie Chavez/Madrepaz), “Debaixo do luar” (Rui Maia/Mila Dores), “Mar Doce” (Mariana Bragada), “Lava” (Miguel Guedes/Dan Riverman) e “Pugna” (Surma).

FESTIVAL DA CANÇAÕ 2019
créditos: RTP

As duas semifinais decorrem nos estúdios da RTP, em Lisboa. A final, à qual chegam dez canções, está marcada para 2 de março, em Portimão.

Este ano, os temas podem ser ouvidos antes de serem apresentados nas semifinais. Desde 21 de janeiro, estão disponíveis, no 'site' da RTP, vídeos das canções, que incluem as letras.

A primeira semifinal é apresentada por Tânia Ribas de Oliveira e Sónia Araújo, a segunda, por Jorge Gabriel e José Carlos Malato, e a final terá como apresentadores Filomena Cautela e Vasco Palmeirim.

À semelhança do ano passado, a RTP voltou a convidar, para as semifinais, artistas para recuperarem canções do concurso, desde os anos 1960 até à atualidade. Este ano, cabe aos Cais Sodré Funk Connection e aos Kumpania Algazarra trabalharem as canções.

No ano passado, o Festival da Canção, cujo modelo foi renovado em 2016, ficou marcado por duas polémicas: um erro na contagem dos votos na primeira semifinal, que acabou por retirar da corrida a canção “Eu te Amo”, composta por Mallu Magalhães, entrando o tema de Jorge Palma; e a suspeita de plágio da música “Canção do fim”, composta e interpretada por Diogo Piçarra, uma das escolhidas na segunda semifinal, que acabou por levar o músico a desistir da competição, dando lugar ao tema de Aline Frazão.

A música “O Jardim”, interpretada por Cláudia Pascoal e composta por Isaura, venceu o concurso no ano passado, tendo representado Portugal no Festival Eurovisão da Canção, que decorreu pela primeira vez em Portugal, em Lisboa, na sequência de o país se ter sagrado vencedor em 2017, em Kiev com o tema “Amar pelos dois”, interpretado por Salvador Sobral e composto por Luísa Sobral.

Os vídeos de apresentação dos candidatos

Este ano, os vídeos de apresentação dos candidatos foram gravados em Portimão e em zonas circundantes, "em experiências únicas e singulares que os turistas e visitantes podem, de igual forma, usufruir durante todo o ano na região".

"Conduzir um carro de alta cilindrada num circuito fechado, jogar uma partida de golf, navegar junto à costa ou subir o rio Arade, saltar de um avião a 4.600 metros de altitude, apreciar um pôr do sol em Alvor, visitar o Museu de Portimão, comprar local no Mercado Municipal, aprender a confecionar Doce Fino ou uma cataplana, ou participar numa corrida de karts foram, desta modo, algumas das experiências proporcionadas aos 16 artistas candidatos e que, em qualquer altura, podem ser usufruídas por quem visite o município, no âmbito da sua oferta turística", explica a RTP em comunicado.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.