Trata-se de uma iniciativa transdisciplinar que resulta da colaboração entre o laboratório Hercules da Universidade de Évora, a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), o Instituto de História da Arte da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (IHA-FCSH/UNL) e a Administração do Porto de Lisboa (APL).

De acordo com a organização, a primeira palestra, na sexta-feira, com início às 18h00, apresentada pela historiadora de arte Mariana Pinto dos Santos, vai abordar o tema da “Encomenda no contexto da obra de Almada Negreiros”, e pode ser acompanhada via plataforma Zoom.

O ciclo sobre a vida e obra de Almada inclui seis palestras em 2021 e três em 2022, sempre às 18h00 (GMT), via Zoom, e insere-se no Projeto “Almada Negreiros - O desvendar da Arte da Pintura Mural de Almada Negreiros (1938-1956)”.

O projeto Almada tem por objetivo estudar, pela primeira vez, com técnicas de imagem e de análise, o legado de pintura mural de Almada Negreiros, uma das figuras-chave da vanguarda e do modernismo em Portugal.

Em destaque estão os cinco núcleos de pinturas murais encomendados, na cidade de Lisboa, entre 1938 e 1956, para as as Gares Marítimas da APL (de Alcântara e Rocha do Conde de Óbidos), a Igreja de Nossa Sr.ª do Rosário de Fátima, o Edifício Diário de Notícias e a Escola Patrício Prazeres.

Os objetivos são a identificação e caracterização das técnicas pictóricas, constituintes dos suportes e das camadas cromáticas, e suas implicações nos processos de deterioração para sua conservação futura, segundo a organização.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.