Não é uma revelação inesperada para muitos fãs dos X-Men: em abril deste ano, a versão adolescente de Bobby Drake, personagem mais conhecida como Homem de Gelo, já tinha assumido ser homossexual numa conversa com a versão também jovem de Jean Grey, numa história publicada na revista de banda desenhada "All-New X-Men" #40.

No entanto, muitos fãs passaram meses a especular se a orientação sexual desse super-herói do passado, que transitou para a linha temporal dos X-Men atuais, seria partilhada pelo Homem de Gelo já na idade adulta. A Marvel dá finalmente a resposta na edição 600 de "Uncanny X-Men", em que a versão adolescente de Bobby Drake confronta a do presente, anunciando que não vai esconder o facto de ser gay. Segundo mostram as páginas já divulgadas (uma pode ser vista abaixo), para o Homem de Gelo adulto o facto de ser simultaneamente mutante e homossexual era um fardo difícil de carregar. A revelação não foi surpresa para muitos fãs e até argumentistas, apesar de Bobby Drake ter mantido relacionamentos com várias mulheres desde a sua estreia na primeira edição de "X-Men", em 1963, histórico que também tem levantado algumas acusações de falta de coerência nesta viragem.

"Há milhares, senão milhões de histórias de pessoas que, por várias razões, sentem que têm de esconder a sua orientação sexual", disse o argumentista Brian Michael Bendis ao Guardian. "Os X-Men, com o conceito de viagens no tempo, dão-nos uma plataforma fascinante para explorar estas viagens pessoais", sublinhou.

Os Homens de Gelo e os outros

Personagens LGBT estão longe de ser novidade no universo Marvel e sobretudo nas aventuras dos X-Men. O primeiro casamento gay numa banda desenhada de super-heróis mainstream decorreu, aliás, em "Astonishing X-Men" #51, de 2012, quando o mutante Estrela Polar consumou a relação com o namorado. Mística, Rictor, Shatterstar, Karma ou Anole contam-se entre outros elementos LGBT da equipa. Mas o Homem de Gelo destaca-se agora como o super-herói homossexual mais popular, marcando um novo momento na representatividade de minorias por parte da companhia que apresentou há pouco tempo um Capitão América negro ou a versão feminina de Thor.

A história, ainda assim, não acaba aqui. Depois de "Uncanny X-Men" #600, as consequências do duplo coming out poderão ser seguidas em "All-New X-Men", cuja formação inclui a versão adolescente de Bobby Drake e outros X-Men originais, e "Extraordinary X-Men", com a versão adulta de Homem de Gelo ao lado de Tempestade, Colossus ou Nocturno.

Homem de Gelo

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.