Num registo enumerativo, o livro segue os passos de uma família prestes a ter um bebé, centrando-se na figura da mulher e do seu filho: "Uma mãe é como um ninho, uma mãe é como um meio de transporte, uma mãe é como uma fonte".

"Ao longo das páginas, a criança cresce, passando por diferentes aprendizagens. O leitor acompanha a criança através desses pequenos grandes passos. A mãe que era ninho, abrigo do recém-nascido, torna-se estrada, história ou espetáculo para a criança que brinca", refere a editora.

Aurore Petit nasceu em 1981 e estudou na Escola de Artes Decorativas de Estrasburgo. Tem trabalhado em livro ilustrado para crianças e adultos desde 2008, e também desenha para a imprensa. Além da ilustração, Aurore Petit já fez cenografia para teatro.

A par de "A mãe é uma casa", Aurore Petit tem publicado em Portugal o livro ilustrado "O piolho que sabe", pela Orfeu Negro.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.