Taylor Swift lança esta sexta-feira, dia 23 de agosto, o seu novo disco, "Lover". Para promover o novo álbum, a cantora deu uma entrevista exclusiva à CBS e confirmou que irá voltar a gravar todas as suas canções.

Na conversa, Taylor Swift frisou que está empenhada em "recomeçar" a sua carreira - em julho, a cantora publicou um comunicado nas redes sociais onde confessou estar triste pelo seu catálogo de canções ter sido vendido a a Scooter Braun, agente com quem teve uma série de conflitos no passado.

Depois de a Big Machine Label Group, antiga editora da cantora, ter vendido o trabalho de Swift à Ithaca Holdings, empresa de Brown, a artista confessou que tem planos para gravar todos os seus álbuns. O objetivo é recuperar os diretos dos seus discos - com a venda, os direitos dos seis primeiros discos da cantora passaram a estar em mãos alheias.

"Durante anos pedi por uma oportunidade para ser dona do meu trabalho. Em vez disso, propuseram-me voltar à Big Machine e 'comprar' um álbum de cada vez, um por cada álbum novo que entregasse", disse Taylor Swift no comunicado publicado em julho.

Para a artista, o seu "legado musical" está "nas mãos de alguém que o tentou destruir". "Só soube que o Scooter Braun iria comprar as masters quando isso foi anunciado ao mundo. Tudo em que pensei foi no bullying manipulativo e incessante que sofri pelas mãos dele, durante anos", acrescentou.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.