Citada pelo jornal The Guardian, a editora explicou que os dois registos são EP e um deles, "Is It Any Wonder?", inclui versões nunca antes editadas de canções gravadas por Bowie.

Uma das versões deste EP, a de "The Man Who Sold the World", foi divulgada na quarta-feira, para assinalar aquele que seria o 73.º aniversário do músico britânico.

O outro EP sairá em abril, por ocasião do Record Store Day, tem por título "The ChangesNowBowie", é ao vivo e foi gravado em 1996 durante ensaios para um concerto que Bowie preparou para celebrar 50 anos em Nova Iorque.

A edição dos dois discos alimentam uma "lucrativa carreira póstuma do cantor", escreveu o jornal britânico.

David Bowie morreu a 10 de janeiro de 2016, dois dias depois de ter celebrado 69 anos com a edição de um álbum, "Blackstar".

Segundo o Guardian, as vendas póstumas dos seus álbuns aumentaram mais de 5.000% nos Estados Unidos e as estatísticas de escuta de canções na plataforma Spotify subiram 2.700%. Só na semana em que morreu, venderam-se 682.000 exemplares de álbuns de David Bowie.

Desde 2016, a Parlophone Records, à qual a família de Bowie licenciou os direitos de edição, lançou seis álbuns ao vivo do músico.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.