A famosa atriz iraniana Hengameh Ghaziani foi libertada sob fiança mais de uma semana depois de ter sido detida por apoiar os protestos que abalam o Irã.

Hengameh Ghaziani "foi libertada hoje com base numa ordem das autoridades judiciais", informou a agência de notícias estatal Irna no domingo.

A agência de notícias Tasnim acrescentou que ela foi libertada após o pagamento de fiança.

Em 20 de novembro, autoridades judiciais iranianas informaram que Hengameh Ghaziani estava entre as oito personalidades e políticos questionados pelos seus comentários sobre a onda de protestos desencadeada pela morte de Mahsa Amini, de 22 anos, em 16 de setembro, detida alegadamente por quebrar o rígido código de vestuário do Irão para mulheres.

Esta segunda-feira, o ex-apresentador da televisão pública Mahmud Shahriari também foi solto, após dois meses de detenção, noticiou a agência Irna.

Shahriari, de 63 anos, foi preso no final de setembro por ter "estimulado os distúrbios e a solidariedade com o inimigo".

No sábado, a imprensa local anunciou a libertação sob fiança de duas das figuras mais proeminentes presas por apoiar os protestos – o jogador de futebol curdo Voria Ghafouri e o dissidente Hosein Ronaghi. No Instagram, a mulher de Ghafouri negou que ele tenha sido solto.

Milhares de pessoas foram presas e dezenas morreram na repressão aos protestos, que as autoridades descrevem como "distúrbios" fomentados por inimigos ocidentais.

Antes da sua prisão, Ghaziani, de 52 anos, disse ter sido intimada pela Justiça e, em seguida, partilhou um vídeo na rede social Instagram em que tirava o véu.

Ghaziani ganhou o prémio de melhor atriz no festival de cinema Tehran Fajr em 2008 e 2012.

Vídeo mostra reunião de atrizes sem véu

Taraneh Alidoosti em maio de 2022

Várias atrizes iranianas encontraram-se no Irão sem vestir os seus véus, segundo um vídeo divulgado nas redes sociais, numa manifestação de apoio aos protestos que abalam o país. A relizadora e atriz Soheila Golestani partilhou o vídeo na sua conta do Instagram na noite de domingo.

Soheila é captada sem o véu enquanto caminha num parque. Ela para no final de uma escada e olha para a câmara. Na sequência, outras oito mulheres e quatro homens juntam-se a ela e adotam a mesma postura, sem dizer uma palavra.

A France-Presse não conseguiu identificar o local, nem estabelecer a data exata da concentração.

"A performance acabou e a verdade foi revelada. Os nossos verdadeiros heróis são os anónimos", escreveu ela no vídeo.

O vídeo também foi publicado pelo realizador Hamid Pourazari, que esteve presente no parque. De acordo com o site de notícias Iran Wire, sediado em Londres, todos os presentes no vídeo são atores.

Desde o início dos protestos, várias artistas iranianas têm desafiado as autoridades, especialmente sem os seus véus. É o caso da atriz Taraneh Alidoosti, do premiado filme "A Separação", que declarou a sua vontade de permanecer no seu país "a todo custo".

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.