Oto Nemsadze, representante do júri da Geórgia na final do Festival Eurovisão da Canção, que decorreu no passado sábado, dia 22 de maio, usou uma t-shirt que tem dado que falar.

No momento em que revelou os pontos atribuídos pelo seu país, o porta-voz usou uma camisola com o mapa da Geórgia, que incluía as regiões da Ossétia do Sul e da Abecásia. Nas redes sociais, os fãs do festival têm pedido que a União Europeia de Radiodifusão tome medidas.

De acordo com as regras do Festival Eurovisão da Canção, não é permitido passar mensagens políticas durante o concurso. Segundo o site ESC Portugal, Oto Nemsadze é um popular ativista contra a ocupação russa das regiões disputadas.

A Ossétia do Sul, assim como a Abecácia (outra região separatista da Geórgia), foi reconhecida como um Estado independente por Moscovo após a guerra russo-georgiana em agosto de 2008.

Em 1918, a Geórgia declarou a independência, após a queda do Império Russo. No entanto, este foi um período que durou apenas três anos, já que o país ficou nas mãos das tropas bolcheviques transformando-se numa república soviética.

A Geórgia recuperou sua independência em abril de 1991.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.