De acordo com o jornal Le Parisien, o ator Gérard Depardieu foi acusado esta quinta-feira, 30 de agosto, de abuso sexual. A queixa foi apresentada por uma jovem atriz de 22 anos e os atos terão ocorrido nos dias 7 e 13 de agosto.

O jornal francês cita fontes do Ministério Público, avançando que foi aberta uma investigação preliminar por “violação e agressão sexual” contra Gérard Depardieu. O ator francês contesta as acusações e a investigação irá ficar nas mãos da polícia judiciária de Paris.

A jovem de 22 anos terá sido vítima do ator de 69 anos por duas vezes, nos dias 7 e 13 de agosto, na casa do ator em Paris. A atriz alega que foi violada durante um ensaio informal para uma peça.

"Gérard Depardieu nega totalmente qualquer agressão, qualquer violação", respondeu o seu advogado, Hervé Temime. "Lamento o carácter público deste procedimento que causa um grave prejuízo a Gérard Depardieu, que estou convencido que terá a inocência reconhecida", acrescentou.

O advogado também pediu "a máxima moderação no que diz respeito aos direitos de todas as partes".

A denúncia contra o ator de 69 anos foi apresentada na segunda-feira, no sul da França. O MP de Aix-en-Provence abriu uma investigação esta quarta-feira.

Gérard Depardieu é conhecido por ter participado em filmes como "1492: Cristóvão Colombo", "O Homem da Máscara de Ferro", "O Divã de Estaline" ou "A Vida de Pi". Recentemente, o ator protagonizou "Amoureux de Ma Femme", que estreia em outubro.

Este ano, o francês protagonizou ainda a segunda temporada  de "Marseille", série da Netflix.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.