Jeff Bridges anunciou esta segunda-feira (19) que foi diagnosticado com um linfoma, mas garantiu que os médicos estão otimistas em relação à sua recuperação.

O vencedor do um Óscar, com 70 anos e um dos atores mais famosos e consistentes de Hollywood, não revelou de que tipo de linfoma sofre, mas afirmou já ter iniciado tratamento.

"Como o 'Dude' diria", começou Bridges em mensagem no Twitter, numa referência à sua icónico personagem no filme "O Grande Lebowski", "Merda nova veio à luz".

"Fui diagnosticado com um linfoma. Embora seja uma doença grave, sinto-me afortunado por ter uma grande equipa de médicos e o prognóstico é bom. Estou a começar o tratamento e rei manter-vos atualizado sobre a minha recuperação", continuou.

"Estou profundamente agradecido pelo amor e apoio da minha família e amigos", completou numa segunda mensagem.

O ator terminou com uma referência às eleições presidenciais nos EUA a 3 de novembro: "Obrigado pelas vossas orações e bons votos. E, agora que tenho a vossa atenção, por favor lembrem-se de votar. Porque estamos nisto juntos".

O linfoma é um tipo de cancro do sistema linfático, que é parte do organismo que mantém o equilíbrio dos fluidos no corpo.

Jeff Bridges pertence a uma lendária família de atores de Hollywood, que começou com so seus pais Dorothy e Lloyd, com quem se estreou na televisão ainda miúdo em 1958 na série "Sea Hunt", antes de passar para o cinema.

Com mais de seis décadas de experiência e tendo atuado em 91 títulos, Bridges tem sete nomeações aos Óscares e ganhou a estatueta de Melhor Ator por "Crazy Heart" (2009), no qual mostrou os seus dons musicais ao interpretar um cantor alcoólico que tenta voltar a ter sucesso.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.