Desde que venceu o Festival Eurovisão da Canção, Salvador Sobral tem sido o centro das atenções. Em entrevista à N-TV, José Cid falou sobre o sucesso do jovem cantor de 27 anos.

"O Salvador Sobral é um extraordinário intérprete. Gostei bastante do seu primeiro álbum, mas, tal como aconteceu comigo, é um incompreendido", frisou o cantor de "Cabana Junto à Praia", acrescentando que o vencedor da Eurovisão ainda  "está surpreendido com tudo isto que lhe está a acontecer à volta".

"É tudo muito recente e é muita coisa ao mesmo tempo. Ele tem pouca pachorra para o sistema e para as meninas guinchonas que andam sempre atrás dos D.A.M.A e dos Diogos Piçarras da vida", defendeu José Cid em entrevista ao site.

O músico confessou também ser um "desalinhando" do sistema". "Sempre fui um desalinhado. Sou uma espécie de Salvador Sobral, mas com mais 50 anos", frisou.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.