Dois indivíduos roubaram na quarta-feira os buldogues franceses Koji e Gustav depois de ferir com um tiro um funcionário da estrela que passava com os animais numa rua de Los Angeles.

"Os dois cães de Lady Gaga foram entregues numa esquadra"", anunciou a polícia de Los Angeles nas redes sociais.

Os representantes da cantora recuperaram os cães em segurança, segundo a polícia.

Uma mulher, que não teve a identidade revelada, encontrou os dois animais e entrou em contacto com pessoas próximas da artista, informou a polícia, que abriu uma investigação sobre o roubo.

"O meu coração sofre e estou a rezar para que a minha família fique novamente completa com um ato de bondade. Vou pagar 500.000 mil dólares [cerca de 400 mil euros] pelo seu regresso seguro”, escreveu a artista no Instagram após o sequestro dos buldogues.

"Se os comprou ou os encontrou por acaso, a recompensa é a mesma", completou.

O passeador dos cães de Lady Gaga, Ryan Fischer, foi hospitalizado após a agressão.

Um terceiro cão, Asia, escapou durante o ataque antes de voltar ao encontro de Fischer, que estava ferido.

Os buldogues franceses são uma raça de pedigree cara e cobiçada que pode ser vendida por milhares de dólares. Não ficou claro se os animais de estimação de Lady Gaga foram visados deliberadamente.

A cantora tem um forte vínculo com os seus cães, que a acompanham com frequência em eventos públicos e dos quais publica muitas fotos nas redes sociais.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.