"Há artistas profissionais a passar sérias dificuldades financeiras, uma vez que, alguns deles, já não trabalham há cerca de meio ano. Ora, é nossa obrigação dar uma ajuda", salienta, em comunicado, o presidente da autarquia, Rui Marqueiro.

Trata-se de dois espetáculos, um a 26 de setembro e outro a 10 de outubro, no Cineteatro Messias, que, devido às restrições da Direção Geral da Saúde, terá a sua lotação reduzida a metade.

Além da ajuda aos artistas locais que vivem exclusivamente do trabalho artístico ou que tenham como atividade principal as artes, o objetivo da Câmara passa também por oferecer as entradas, como forma de agradecimento, aos profissionais que, no período de confinamento obrigatório, estiveram sempre na "linha da frente".

Entre eles, encontram-se os profissionais das unidades de saúde, IPSS, bombeiros, escolas, GNR, padarias, bombas de combustível, farmácias, empresas de transportes, entre outros.

"Ao promovermos estes espetáculos de música e de teatro, aproveitamos também para simbolicamente agradecer a todos os profissionais que, no período difícil de confinamento, nunca nos abandonaram e tudo fizeram, de forma abnegada, correndo grandes riscos de saúde, para que a nossa vida prosseguisse com a normalidade possível e nada nos faltasse", sublinha Rui Marqueiro.

O espetáculo de 26 de setembro, às 21h30, conta com a participação dos músicos Francisco Saldanha (voz e piano), CB Correia (voz e guitarra), Ricardo Carvalho (baixo), Toni Viais (voz e guitarra) e Miguel Silva (voz e guitarra).

No dia 10 de outubro, às 17h00, as portas do Cineteatro Messias abrem para receber o teatro infantil "Antes de começar", de Almada Negreiros, exibido pela companhia Caixa de Palco.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.