Um dia depois de anunciar a estreia ao vivo de "Mulher", no Capitólio, a 25 de novembro, Dia Internacional Pela Eliminação da Violência Contra As Mulheres, Carolina Deslandes viu o público esgotar a sala de Lisboa. O valor de bilheteira reverte na íntegra a favor da UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta (mais informações aqui).

O novo projeto da cantora é um EP com 6 temas originais, uma curta-metragem "e a expressão máxima de uma artista de causas, que se transcende a cada passo que dá", assinala a editora.

A curta-metragem de "Mulher", em que se pode ouvir as novas canções e assistir à ficção escrita, narrada e protagonizada pela artista, representa várias gerações de mulheres vítimas de violência doméstica e será exibida na primeira meia hora do evento, a partir das 20h30. Carolina Deslandes sobe depois a palco, às 21h00, para apresentar ao vivo, pela primeira vez, as novas canções do EP, que ficarão disponíveis em todas as plataformas nessa noite, após o evento.

Sob o mote #NãoFiqueÀEspera, o MEO associa-se a este projecto com o objectivo de consciencializar os portugueses para esta forma de abuso.

"Mulher" sucede ao EP ‘Mercúrio’, lançado este verão em parceria com Jimmy P, e ao álbum "Casa", editado em abril de 2018, que alcançou a marca de Platina.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.