As duas obras, da coleção de arte do Novo Banco, são cedidas ao museu, no âmbito do protocolo que será assinado entre a instituição financeira e o município de Vila Franca de Xira, na quinta-feira.

O quadro de Júlio Pomar (1926-2018) data de 1953, da fase inicial, de inspiração neorrealista, e remete para o mar da Ericeira, enquanto o quadro de Mário Dionísio (1916-1993) data de 1990.

Professor, escritor e historiador de arte, Mário Dionísio foi um dos principais teóricos do neorrealismo em Portugal. Em 1945, num texto para a revista Seara Nova, deu a conhecer o então jovem pintor Júlio Pomar.

O projeto do Museu do Neo-Realismo reúne espólios literários e editoriais, arquivos documentais (impressos e audiovisuais), acervos iconográficos, obras de arte, bibliotecas particulares e uma biblioteca especializada na temática neorrealista.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.