Vencedor de um Grammy, Eliades Ochoa fará o seu primeiro concerto a solo em Portugal. Estrela dos Buena Vista Social Club (BVSC), o artista cubano apresenta-se dia 24 de fevereiro de 2020, no Teatro Tivolí BBVA, em Lisboa.

"Sr Chan Chan", como é chamado em Cuba por causa do grande êxito cantado por ele nos BVSC, traz para a capital portuguesa o seu estilo único de guitarra e voz. No repertório do concerto, o público pode esperar muitos êxitos da música cubana que conquistaram fãs em todo o mundo.

Além da digressão europeia, Eliades Ochoa, de 73 anos, e a sua história de vida são tema do filme "Eliades Ochoa - De Cuba ao Mundo". A longa-metragem está a colecionar muitos elogios da crítica especializada e também prémios no circuito de festivais.

O percurso dos Buena Vista Social Club, que uniu alguns dos maiores artistas de Cuba - entre eles os já falecidos Ibrahim Ferrer e Compay Segundo - sofreu uma viragem, na década de 1990, a partir da gravação do disco homónimo produzido pelo norte-americano Ry Cooder. O álbum, que incluía canções cubanas clássicas como “Chan Chan”, “El cuarto de Tula” e “El carretero”, tornou-se um sucesso e foi apresentado em Amesterdão. O realizador alemão Wim Wenders transformou os registos dos concertos da capital holandesa e de Nova Iorque no documentário que atirou o grupo para o patamar de fenómeno mundial.

Em 2015, os Buena Vista Social Club foram o primeiro grupo cubano a atuarna Casa Branca, nos Estados Unidos. O então presidente norte-americano Barack Obama convidou os músicos a fim de estreitar os laços entre os dois países, que tentavam então uma aproximação.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.