A organização de Institutos Nacionais de Cultura da União Europeia Portugal (EUNIC) “alterou substancialmente a filosofia desta referência cultural da capital”, que este ano assume “uma personalidade radiofónica”, refletida no próprio nome: “Noite da Literatura Europeia 2020 no Ar”, explicam os organizadores, em comunicado.

Naquela que é a sua oitava edição, a Noite da Literatura Europeia 2020 vai ser celebrada nas ondas da rádio, adaptando-se às atuais circunstâncias decorrentes da pandemia de covid-19, que aconselham o distanciamento social, garantindo a segurança de todos os envolvidos.

“Será assim ‘no Ar’ que vai acontecer esta viagem pela cultura europeia”, com excertos de obras de 13 autores, entre os quais Javier Castillo, Sofi Oksanen e Virginie Despentes, para ouvir entre as 21:00 e as 23:00, no último fim de semana de junho, explica a organização.

As leituras vão decorrer na antena da Smooth FM, durante duas horas, em duas noites consecutivas, com o radialista e poeta Gonçalo Câmara como anfitrião de “um programa especial centrado nas leituras de autores europeus".

Marion Poschmann (Alemanha), Thomas Köck (Áustria), Jitka N. Srbová (República Checa), Robert Bebek (Croácia), Javier Castillo (Espanha), Sofi Oksanen (Finlândia), Virginie Despentes (França), László Krasznahorkai (Hungria), Francesco Carofiglio (Itália), Marta Dzido (Polónia), Mark Haddon (Reino Unido) e Gabriela Adameșteanu (Roménia) são os autores convidados desta edição.

Portugal estará representado por Joana Bértholo, que irá ler algumas passagens de um conto seu, inédito, constituindo uma exceção à regra, já que será a única leitura assegurada pelo próprio autor.

Os restantes 12 excertos vão ser lidos em português por diferentes atores: Ulisses Ceia, Olinda Favas, Ligia Cruz, Arijana Medvedec, Pedro Saavedra, Ana Água, Cátia Tomé, Miguel Loureiro, Beatriz Godinho, Alexandra Teles, Filipe Costa, Inês Lapa e Lavínia Moreira.

A Noite da Literatura Europeia 2020 no Ar é uma iniciativa da EUNIC Portugal, com o apoio da Comissão Europeia.

Criada em 2006, a rede EUNIC é constituída pelos Institutos Nacionais de Cultura e por algumas embaixadas da União Europeia, tendo como objetivo promover a diversidade cultural e linguística europeia.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.