Os finalistas do prémio, que será atribuído durante a 18.ª edição das Correntes d'Escritas, a realizar de 21 a 25 de fevereiro, na Póvoa de Varzim, foram escolhidos por um júri constituído por Almeida Faria, Ana Gabriela Macedo, Carlos Quiroga, Inês Pedrosa e Isaque Ferreira de entre mais de 70 livros que se apresentaram a concurso.

“A sombra do mar”, de Armando Silva Carvalho (Assírio & Alvim), “Animais feridos”, de António Carlos Cortez (Dom Quixote), “Auto-retratos”, de Paulo José Miranda (Abysmo), “Bisonte”, de Daniel Jonas (Assírio & Alvim), “O fruto da gramática”, de Nuno Júdice (Dom Quixote), “Outro Ulisses regressa a casa”, de Luís Filipe Castro Mendes (Assírio & Alvim), “Persianas”, de Miguel-Manso (Tinta da China), e “Vem à Quinta-Feira”, de Filipa Leal ( Assírio & Alvim), são as oito obras finalistas ao galardão.

A reunião final do júri está marcada para 21 de fevereiro, véspera do anúncio do vencedor do prémio que decorrerá a 22 de fevereiro, na cerimónia de abertura da 18.ª edição do Encontro de Escritores de Expressão Ibérica.

Até dia 15, professores e alunos do 4.º ano de escolaridade do Ensino Básico poderão ainda concorrer ao Prémio Conto Infantil Ilustrado Correntes d'Escritas Porto Editora, informou ainda a organização.

Este concurso distinguirá um conto inédito, em língua portuguesa, escrito e ilustrado por alunos do 4.º ano de escolaridade, num trabalho coletivo supervisionado pelo professor.

A Correntes d'Escritas atribuirá ainda o Prémio Literário Correntes d’Escritas Papelaria Locus, ao melhor poema escrito por jovens, e o Prémio Fundação Dr. Luís Rainha ao melhor romance, contos ou poesia sobre a Póvoa de Varzim.

Ambos os galardões têm o valor monetário de 1.000 euros.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.