De acordo com a empresa de agenciamento e produção cultural Fado in a Box, num comunicado hoje divulgado, em “Primaveras”, Beatriz Pessoa “usa a metáfora do tempo, onde chegam todos os princípios e fins”.

Beatriz Pessoa surge neste disco acompanhada por Danilo Andrade (teclista de Gilberto Gil), Pablo Arruda e Pedro Fonte (baixista e baterista, respetivamente, da banda do cantautor brasileiro Rubel), refere a Fado in a Box.

Beatriz Pessoa, citada no comunicado, conta que quando escreveu as canções do álbum de estreia, “a Primavera ganhou um significado diferente, mais contínuo”. “Aprendi que escolhemos os nossos recomeços e que a primavera é um nascer de uma coisa e a morte de outra. Aprendi a beleza do fim das coisas e dessa gigante abertura de possibilidades”, partilhou.

Num dos temas de “Primaveras”, “Dueto”, Beatriz Pessoa conta com a participação do cantor brasileiro Cícero Rosa Lins.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.