Um juiz de Chicago fixou a fiança no valor de um milhão de dólares numa audiência no sábado, da qual o cantor tem de pagar 10%, ou seja, 100 mil dólares.

Mas meios de comunicação locais reportaram que Kelly não fez o pagamento e continuou preso.

"Correto", confirmou à AFP Steve Greenberg, advogado do músico, consultado sobre se o seu cliente continuava preso. R. Kelly já passou duas noites na prisão.

Greenberg explicou no sábado que o seu cliente não era tão rico como a sua popularidade sugeria.

"Trata-se de alguém que deveria ser rico nesta altura da sua carreira e, por causa da má gestão através de pessoas oportunistas, maus contratos, maus tratos e investimentos, como o seu estúdio, não tem dinheiro neste momento", disse Greenberg.

R. Kelly foi preso na passada sexta-feira por acusações de abuso sexual contra quatro vítimas, incluindo três menores, entre 1998 e 2010.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.