"Realizar-se-á na data em que estava prevista acontecer, mas de uma forma simbólica, no Paço das Escolas [da Universidade de Coimbra], à porta fechada, mas com transmissão para os colegas poderem ver em casa", disse à agência Lusa o secretário-geral da Queima das Fitas, Leandro Marques.

A serenata vai começar às 00:00, na noite de quinta-feira para sexta-feira, como é habitual, sendo a transmissão assegurada em direto pela Antena 1, pelos órgãos da Associação Académica de Coimbra (a TVAAC e a Rádio Universidade de Coimbra) e transmitida também na página de Facebook da Queima das Fitas.

A serenata vai ter lugar na Via Latina, no Paço das Escolas, com acesso fechado ao público, de forma a garantir que não haverá qualquer ajuntamento de pessoas, explicou o responsável, salientando que a organização não quis arriscar fazer a transmissão do evento a partir da Sé Velha, o local habitual, onde seria impossível controlar o acesso.

A serenata estará a cargo do grupo "Capas ao Luar" da Secção de Fados da Associação Académica de Coimbra.

Para Leandro Marques, esta é "uma serenata monumental simbólica", sendo que a ideia é fazer outra em outubro, mês para o qual foi adiada a Queima das Fitas, que vai realizar-se ao mesmo tempo que a Latada.

"Este é o ex-líbris da vivência académica, quer para o caloiro, quer para o finalista que sai. É um momento marcante e não quisemos privar os estudantes disso", vincou o secretário-geral da Queima das Fitas.

Esta serenata também estará associada à campanha solidária "Das Palmas à Ação", que a Associação Académica de Coimbra lançou para angariar fundos para apoiar uma nova ala do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra dedicada ao combate à pandemia da covid-19.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.