Numa volta esta tarde pelo recinto do Super Bock Super Rock (SBSR), no Parque das Nações, a Lusa falou com alguns ‘festivaleiros’ que aplaudiram a iniciativa. “Acho bastante bem, nem que seja porque não se vê muito lixo no chão”, referiu Tiago.

Nos bares espalhados pelo recinto, há tipos de dois copos à venda, um de 25 centilitros (cl) e outro de 50cl, cada um destes custa dois euros, uma ‘caução’ que pode ser devolvida no final da noite. Há três copos diferentes em cada um dos tamanhos, decorados com o cartaz de cada um dos dias em que decorre o festival: quinta-feira, hoje e sábado.

Ao longo do dia, o copo pode ser trocado por outro limpo, pagando-se apenas pelo líquido da preferência de cada um: cerveja, sangria ou cidra.

Tal como Tiago, também Susana saúda a iniciativa: “Acho boa ideia, evita as quantidades enormes de copos e lixo que se costuma ver no chão”.

“Estivemos cá ontem [quinta-feira] e vi zero copos no chão. O que é excelente”, disse Maria Rita. “Em termos do ambiente é uma excelente iniciativa”, acrescentou o amigo Ricardo.

Susana nota “outra preocupação” nas pessoas, “nem que seja pelos dois euros”.

Para alguns, a decoração do copo pesa na hora de decidir se o levam para casa ou se o devolvem. “Ainda estou a pensar nisso. Mas como tem o nome do Iggy Pop sou capaz de o levar para casa”, referiu Tiago.

Maria Rita levou hoje para o recinto o copo que utilizou na quinta-feira, mas no final do festival irá levá-lo para casa, “porque são copos engraçados para se levar”.

Maria Rita e Ricardo têm apenas um reparo a fazer: “No início não informam muito bem o que é. Ontem vimos uma pessoa a querer devolver um copo e a pessoa do bar não soube explicar-lhe onde devia dirigir-se”.

Apesar de ser uma novidade no SBSR, a reutilização de copos não é inédita em festivais de música.

De acordo com a Associação Portuguesa de Festivais de Música (Aporfest), em informação disponibilizada no seu ‘site’, “foram criadas e adotadas medidas em vários festivais de música, nos últimos anos, como o Bons Sons, AgitÁgueda, Festival MED, Festival Músicas do Mundo de Sines ou Andanças, com as suas características canecas de lata e copos reutilizáveis”.

No entanto, este é o primeiro ano em “que se sente, por parte de uma das principais cervejeiras em Portugal, Super Bock (presente numa larga fatia de festivais de música portugueses) a vontade de solucionar este problema [o ‘mar de copos’ que surge nos recintos quando os festivaleiros desaparecem] e de associar a marca a um consumo sustentável do seu produto”.

A 22.ª edição do SBSR decorre até sábado e tem no cartaz nomes como Iggy Pop, Massive Attack, Mac DeMarco, Kendrick Lamar, Capicua, De La Soul e Orelha Negra.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.