Em comunicado, a organização deste festival - que alia tradições, dança, música e natureza - refere que "sempre primou pela sustentabilidade económica e ambiental, assumindo sempre uma atitude de responsabilidade social".

"Nas anteriores edições do festival procurámos, em conjunto com as entidades competentes, salvaguardar a segurança e a saúde pública de todos os participantes, voluntários, colaboradores, artistas e comunidade em geral, cumprindo escrupulosamente os requisitos legais, as regras e boas práticas aplicáveis", recorda.

Por querer manter-se neste caminho, a organização decidiu cancelar a edição deste ano e agendar a de 2021.

"Já todos verificámos que o atual quadro de mitigação está para se manter por mais alguns meses e que, posteriormente, a fase de recuperação se seguirá por tempo indeterminado, afetando de forma transversal todos os eventos previstos para o verão, sobretudo aqueles que têm participantes de várias nacionalidades, como é o caso do Tradidanças", sublinha.

A decisão foi tomada pela direção da Associação Turística e Agrícola da Serra da Arada, com a concordância da Câmara de São Pedro do Sul e da Junta de Freguesia de Carvalhais e Candal.

A próxima edição do Tradidanças vai realizar-se entre 4 e 8 de agosto de 2021, no mesmo local e seguindo os mesmos moldes de programação, preço de bilhetes, regulamentos e condições que já estavam previstos para a edição deste ano.

"Informam-se desde já todos os participantes que tinham adquirido bilhetes para a edição de 2020 que esses bilhetes serão válidos para a edição de 2021, sem qualquer custo acrescido", acrescenta.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da COVID-19, já infetou mais de 1,2 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 70 mil.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 311 mortes, mais 16 do que na véspera (+5,4%), e 11.730 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 452 em relação a domingo (+4%).

Dos infetados, 1099 estão internados, 270 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 140 doentes que já recuperaram.

Mais informações sobre o COVID-19.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.