"Deixem o Pimba em Paz" devia fazer parte do plano nacional de espetáculos obrigatórios.

Bruno Nogueira e Manuela Azevedo andam pelo país a pedir para deixarem o pimba em paz. Em Lousada, o Auditório Municipal encheu deixando muita gente "com uma lágrima no canto do olho" à porta.

Vê AQUI a reportagem e a entrevista a Bruno Nogueira e Manuela Azevedo

"Deixem o Pimba em Paz" começou com um monólogo de Bruno Nogueira, que  foi prejudicial à Câmara Municipal porque o microfone caiu e desmontou-se todo.  Segundo o humorista é "menos uma rotunda".

Microfone novo, começa a cantoria: "Azar na Praia", "Na minha cama com ela", "Sensual" de Toy, "Taras e Manias", "A garagem da vizinha" são algumas das músicas da setlist.

Entre músicas, Bruno Nogueira consegue pôr o auditório quase a chorar de riso. Por exemplo, ao apresentar Manuela Azevedo, apresenta-a como "pedófila": "Aqui ao meu lado está uma pedófila. Mas já lhe passou".

O alinhamento é composto por músicas que são conhecidas por todos. Porém, Manuela Azevedo e Bruno Nogueira oferecem aos hinos da música pimba uma nova roupagem- o que os torna quase irreconhecíveis. E é aqui que está toda a magia e o segredo do sucesso do espectáculo.

Tal como Bruno Nogueira explica durante a actuação, geralmente só conhecemos os refrães (ou refrãos e nunca refrões). A verdade é que algumas das músicas pimba têm grandes letras que contam histórias fascinantes -letras tão fantásticas que deixam o John Legend com inveja. E, graças aos arranjos dos músicos do "Deixem o Pimba em Paz", a atenção não fica centrada no refrão mas em toda a letra.

Se os arranjos surpreendem, os dotes musicais de Bruno Nogueira também. O humorista canta melhor que Justin Bieber (vá, também não é difícil)... e domina a percussão. Manuela Azevedo também é uma verdadeira caixinha de surpresas. Imaginem "A paz não te cai bem" dos Clã. Uma música em que Manuela Azevedo é serena. Agora imaginem a vocalista dos Clã, cheia de energia, aos saltos, e a cantar bem alto, sem nenhum problema de expressão, "são os tomates a bater no pito". Genial.

"Deixem o Pimba em Paz" foi das melhores coisas que vi este ano (e atenção, vi Toy ao vivo). É um imperativo categórico que a tour continue. Acabem com os programas de domingo à tarde, e coloquem um DVD do espectáculo em loop. Ah, e uma dica às organizações de festivais: não se iam arrepender de os ter em palco.

(Ps. Não fui subornado para escrever isto nem me deram drogas)

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.