Ao longo de sete temporadas, dezenas de personagens já perderam a vida em "A Guerra dos Tronos" - de personagens principais a figurantes, ninguém tem escapado. Em entrevista à CBS, George R.R. Martin, autor da saga que inspira a série da HBO, revelou como aprendeu a matar com facilidade.

Ao canal, o escritor revelou que foi ao ler o primeiro livro de "O Senhor dos Anéis" que pensou pela primeira vez no efeito que a morte de personagens importantes pode ter numa história.

"O Gandalf morre. Não consigo começar a explicar o efeito que isso teve em mim quando tinha 13 anos (...) Gandalf não podia morrer. E Tolkien quebrou esta regra, e vou adorá-lo para sempre por isso. Porque no minuto em que matas o Gandalf, o suspense de tudo o que pode acontecer depois é muito maior. Agora, qualquer pessoa pode morrer. E isso teve uma enorme influência em mim", explicou.

De acordo com o presidente de programação da HBO, Casey Bloys, os episódios finais de "A Guerra dos Tronos" vão chegar no primeiro semestre de 2019 - as primeiras temporadas foram para o ar em abril/ março dos respetivos anos de estreia.

A última temporada da série transmitida em Portugal no Syfy vai contar apenas com seis episódios, sendo a mais curta da saga. No entanto, os capítulos serão mais longos do que o habitual e deverão ter a duração média de um filme - cerca de hora e meia cada.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.