Antes da estreia do "Big Brother" no formato em que todos conhecemos - 20 concorrentes dentro de uma casa -, a TVI vai apostar no "BB Zoom - A Caminho da Casa", uma primeira fase da nova edição do reality show. A estreia está marcada para dia 26 de abril e deverá durar 14 dias.

A nova edição do  "Big Brother" deveria ter estreado a 22 de março, mas o seu arranque foi adiado devido à pandemia da COVID-19. Em conversa com o SAPO Mag e com um pequeno grupo de jornalistas, Nuno Santos frisou que essa foi "a decisão certa naquele momento". "Fizemos tudo o que tínhamos para fazer neste período e agora temos o processo controlado", explicou o diretor de programas da TVI.

Na primeira fase do reality show, os concorrentes vão estar em quarentena, cada um num apartamento diferente. Os participantes não terão acesso ao mundo exterior e só poderão usar uma aplicação para conversarem.

"Uma das frentes do nosso trabalho foi salvaguardar a integridade dos concorrentes e agora vamos sujeitá-los a um período de quarentena rigoroso, um trabalho acompanhado por uma empresa certificada, que vai monitorizar e garantir que tudo está a ser feito de acordo com as instruções da Direção Geral da Saúde", explicou.

O diretor de programas sublinhou ainda que "não nenhum problema de saúde" com os participantes. "Nós temos que ter a certeza absoluta que, no fim dos 14 dias, e efetuados os testes, não mesmo um problema de saúde com eles. Por exemplo, qualquer um de nós que está aqui aparentemente não tem nenhum problema de saúde, não tem nenhum sintoma e, no entanto, nenhum de nós tem a certeza absoluta que não esteja infetado", contou.

"Serão sujeitos a dois testes durante esse período. Nós precisamos ter a certeza absoluta que no momento em que eles entram todos na casa, todos estão em perfeitas condições de saúde. Nenhum deles está infectado", explicou, acrescentando que "ao fim de X dias entram na casa". 

"O que precisamos de garantir é que no momento em que entram em casa, todos estão em perfeitas condições de saúde, que nenhum deles está infetado, que todos estão limpos. O próprio ato do teste é uma forma de mostrar aos espectadores que aquela pessoa está em condições de participar num programa de televisão em que vai interagir fisicamente com outras pessoas. Nós temos de ter a certeza, os espectadores têm de ter a certeza e ver é sempre a melhor forma", sublinhou Nuno Santos.

A entrada na casa mais vigiada do país deverá acontecer no final das semanas de quarentena. "Fizemos uma complementaridade entre as duas fases justamente porque elas são distintas. O que acho é que se nós dois meses disséssemos a alguém 'olhem, o arranque do programa é nos primeiros tempos eles estão todos num park hotel e falam todos uns com os outros... sem ser através um contacto físico mas através das tecnologias'. Alguém diria que 'isso não faz sentido'. Hoje se calhar não é verdade dizermos isso porque é assim que a vida tem decorrido", acrescentou.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.