Um artigo do The Hollywood Reporter (THR) sobre os complicados bastidores da rodagem de "Liga da Justiça" (2017) à volta do ator Ray Fisher (Victor Stone/Cyborg), divulgado na terça-feira, tem uma revelação inesperada que envolve Regé-Jean Page, a estrela-revelação da série da Netflix "Bridgerton".

Várias fontes disseram à publicação que os criadores da série "Krypton" (2018-2019) quiseram romper com a tradição e Regé-Jean Page fez o "casting" para o papel de Seg-El, o avô do Super-Homem.

Mas o supervisor do projeto disse que o Super-Homem não podia ter um avô negro.

O veto partiu de Geoff Johns, também um dos produtores de "Liga da Justiça" e presidente e líder criativo da DC Entertainment.

O escolhido acabou por ser o britânico Cameron Cuffe, conhecido por fazer parte do elenco da série "The Halcyon" e do filme "Florence, Uma Diva Fora de Tom".

Um representante de Johns disse ao THR que o produtor achava que os fãs estavam à espera que a personagem se parecesse com um jovem Henry Cavill, o Super-Homem do respetivo Universo Cinematográfico.

Apesar de não ter partilhado a ligação, Regé-Jean Page reagiu claramente ao relato nas redes sociais.

"Ouvir estas conversas não dói menos agora do que doía naquela altura. Os esclarecimentos quase doem mais, para ser honesto", escreveu.

Mas acrescentou: "Ainda estou a fazer a minha coisa. Ainda fazemos o trabalho. Ainda voamos".

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.