Esta terça-feira, dia 28 de julho, foram anunciados os nomeados à edição de 2020 dos Emmys. Com 26 nomeações, "Watchmen" lidera a corrida, seguido de "The Marvelous Mrs. Maisel" (20 nomeações) - conheça aqui os nomeados.

Entre algumas surpresas nos nomeados, para alguns espectadores e atores, houve também algumas desilusões - "Pose" é um dos exemplos.

Angelica Ross, que interpreta Candy, fez um direto na sua conta no Instagram e emocionou-se ao falar da falta de nomeações para a série de Ryan Murphy - a produção, que está disponível na HBO Portugal e na Netflix, recebeu apenas duas nomeações (Melhor Ator em Série Dramática, para Billy Porter, e Melhor Penteado de Época ou de Personagem).

Na conversa com os seguidores, Angelica Ross criticou a falta de nomeações para atrizes transexuais, como ela própria ou Dominique Jackson e Hailie Sahar.

"Preciso que vocês entendam, estou tão cansada. Para aqueles que me conhecem sabem que não estou apenas a trabalhar à frente ou atrás das câmaras, mas, onde quer que esteja, quero que a nossa sociedade valorize as vidas trans e vidas negras trans. Sinto-me dessa forma porque acho que não há nada que possamos fazer", frisou nas redes sociais.

Mais diversidade

Mais de um terço dos nomeados para categorias de representação foram para atores negros, um recorde.

Entre eles estão Billy Porter ("Pose"), Sterling K. Brown ("This Is Us" e "The Marvelous Mrs Maisel"), Issa Rae ("Insecure") e Regina King, de "Watchmen", a série com mais nomeações, 26.

O aumento do número de nomeações de artistas negros confirmou os esforços da Academia de Televisão para impulsionar a diversidade racial no pequeno ecrã, embora não existam nomeados latinos este ano.

"As vidas dos negros importam. As histórias negras importam", escreveu a Academia esta terça-feira.

O anúncio dos nomeados para os Emmys acontece no meio de um processo de reflexão nacional sobre raça, com protestos contra o racismo e a brutalidade policial em todo o país.

"Este tipo de representação é algo que vem há muito tempo. Não há escassez de talento dentro da comunidade negra", declarou ao programa 'Entertainment Tonight' Yahya Abdul-Mateen II, na corrida por "Watchmen", da HBO.

"Às vezes são necessárias algumas circunstâncias no mundo para que as pessoas abram os olhos e se abram, para que ampliem sua visão", frisou.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.