Douglas e Damon também competirão entre si na categoria de Melhor Ator, ambos nomeados pelo seu trabalho no filme sobre o pianista Liberace, dirigido por Steven Soderbergh.

A 65ª cerimónia dos Emmys terá a estrela de "Foi Assim que Aconteceu", Neil Patrick Harris, como anfitrião, e decorre a 22 de setembro no teatro Nokia, em Los Angeles.

"Behind the Candelabra", que não foi exibido nos cinemas dos Estados Unidos e ficou limitado à distribuição do canal de TV por cabo HBO, compete em 15 categorias.

Outros favoritos são a minissérie "American Horror Story: Asylum", com 17 nomeações; a saga "A Guerra dos Tronos", nomeada em 16 categorias; e o drama político "House of Cards", produzido e distribuído pelo site Netflix, que concorre a nove estatuetas.

Na semana passada, Douglas - vencedor de dois Óscares e quatro Globos de Ouro - e Catherine Zeta-Jones anunciaram o fim da união de 13 anos. Os três últimos anos foram difíceis para ambos: o ator descobriu, em 2010, um cancro na garganta, já curado, e a atriz anunciou, em 2011, que sofre de transtorno bipolar.

Damon ganhou o Óscar de Melhor Argumento Original em 1998 pelo filme "O Bom Rebelde", de Gus Van Sant, co-escrito com o amigo Ben Affleck.

@AFP

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.