Nas últimas semanas, o fecho dos noticiários portugueses, nomeadamente da SIC e da TVI, tem estado em destaque. Nas redes sociais, as mensagens de José Alberto Carvalho (TVI), Bento Rodrigues (SIC) e Rodrigo Guedes de Carvalho (SIC) têm tido eco e somam milhares de visualizações e de partilhas.

Em Espanha, o final do noticiário do canal TVE também se tornou viral na passada sexta-feira, dia 27 de março. O jornalista Carlos del Amor assinou uma reportagem sobre a mudança da hora e a pandemia da COVID-19.

"Amanhã [sábado] muda a hora, mesmo que não nos importemos, porque os dois, três, quatro e os que se seguem serão muito parecidos", começou por frisar no final da emissão do "Telediario". "Uma hora em que não haverá contágios, mortes e ninguém falará sobre isso. Será uma espécie de buraco negro, um lugar para descansar. Oxalá pudéssemos viver mais aqueles 3600 segundos que não são e não o serão", acrescentou.

"Não sabemos o que acontecerá quando tudo isto acabar. Não sabemos se seremos diferentes para sempre, se seremos melhores ou se, após quatro dias, voltaremos às nossas trivialidades habituais", sublinhou o jornalista.

A reportagem rapidamente chegou às redes sociais e tornou-se viral.

Veja o momento:

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.